Mostrar 487 resultados

Descrição arquivística
Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação
Previsualizar a impressão Ver:

Conta geral da receita e despesa do cofre da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Freguesia de Nossa Senhora da Encarnação

Conta de toda a receita e despesa da Irmandade, organizada por capítulos orçamentais e apresentando termos de encerramento no final de cada ano económico. A despesa apresenta-se dividida por capítulos desde 1911: obrigatórias, de culto, beneficência, etc. A partir de 1918 surgem mais capítulos de despesa: encargos impostos em legados e doações, conservação e reparação do templo e objectos nele contidos, ordenados aos empregados, despesas do culto e assistência. A receita começa a aparecer subdividida em ordinária e extraordinária, a partir de 1923. Possui termos de abertura e encerramento. Tesoureiro: Joaquim José Serra; Manuel José Júlio Guerra. Escrivão: Domingos António; José Ferreira Silva.

Carta de Padrão do rendimento anual de 840$000 réis assente na Folha da Dízima do Pescado

Carta de Padrão passada com salva de 840$000 réis de juro anual a 5%, assente no Almoxarifado das Dízimas do Pescado de Lisboa, passada aos padres e capelães das capelas instituídas por D. Antónia Francisca de Mendonça.

Carta de Padrão de 64$000 réis de tença anual

Carta de padrão de 64$000 réis de tença cada ano de juro do principal de 1:600$000 réis, passada à Abadessa e religiosas do Convento de Santa Marta de Jesus de Lisboa, que entregaram ao tesoureiro dos Armazéns de Guiné e Índia, na conformidade do decreto de 30 de Agosto de 1754 e eram pagos pelos rendimentos da Casa da Moeda. Tem junto selo de chumbo.

Extracto de contas por verbas das ordens de pagamento e recibos anexos

Registo de ordens de pagamento (documentos de despesa) organizado por verbas orçamentais. Registo: número de verba e designação da verba de despesa e a indicação do nome a quem foi pago e por quem. Na margem esquerda indica-se o ano económico e o mês e dia de pagamento. Na margem direita indica-se o valor da ordem de pagamento, o valor total de cada verba orçamental e a quantia total paga. No final de cada página indica-se o total das quantias indicadas acima. As verbas estão organizadas por ano económico e por número de verba orçamental. No final de cada ano económico apresenta o resumo das contas com a quantia total da receita e da despesa e o valor total, primeiro com a descriminação das verbas e depois só o total anual da despesa, da receita, o saldo em poder do tesoureiro, a dívida do tesoureiro e o saldo final. No final deste resumo anual tem uma anotação a indicar ser esta uma cópia das contas enviadas ao Governo, assinada pelo 2.º escrivão da Mesa da Irmandade.

Legados pios e modelos de requerimentos

Modelos dos requerimentos necessários para a Irmandade do Santíssimo Sacramento proceder à liquidação dos encargos pios a seu cargo: atestado passado pelo Capelão celebrante das missas, o requerimento para pedir Alvará de quitação ao Juiz de Legados Pios e diversos modelos de certidões, a ser passadas pela Irmandade, como comprovativo do cumprimento dos legados (f. 1-8). Apresenta também as contas dos legados dos beneméritos: D. Maria Carolina de Avilez Cardoso (1894-1929), Camilo António da Silva (1894-1921), Conselheiro Marçal José Ribeiro (1895-1919), Manuel Sousa Caldeira e outros (1895-1919), Francisco Xavier de Araújo (1892-1919) e Nicolau Pereira (1897-1919) (f. 9-33). Em anexo, apresenta ainda rascunhos de contas dos legados pios de outros beneméritos, que não chegaram a ser transpostos para o presente livro: D. Emília Cândida Rodrigues (1899-1902), D. Antónia da Costa (1906-1942), António Joaquim Abranches (1918-1941) e Domingos Francisco Lafonte (1904-1934). As contas referidas indicam o nome do benemérito, a duração do legado, morada na época em que faleceu, valor do legado, data de extinção e descrição dos encargos religiosos e civis respectivos e sua liquidação anual. Também em anexo apresenta modelos de requerimentos dactilografados relativos ao cumprimento de legados pios, certidões do cumprimento de encargos pios, como esmolas e missas, e diversos Alvarás de quitação da tomada de contas dos encargos pios.

Livro Caixa

Informação organizada cronologicamente, dividida em receitas e despesas, indicando cada assento, estruturado em colunas, o ano, mês e dia, a descrição da receita ou da despesa, a importância recebida ou paga e os subtotais. No final de cada página apresenta o somatório total e, no final de cada mês, o saldo mensal.

Livro de Caixa a escriturar pelo tesoureiro em conformidade do disposto no Artigo n.º 82 e seu § único do Regulamento Geral das Associações Religiosas dos Fiéis

Informação disposta em colunas, com a receita e despesa separada, respectivamente à esquerda e direita da folha, indicando a data (ano, mês e dia), número da guia ou ordem de pagamento, nome do indivíduo ou entidade que paga ou recebe, proveniência da receita ou despesa e os respectivos valores. No final de cada página e de cada mês apresenta também o saldo parcial ou mensal. Neste livro, entre 1838 e 1840, apresenta ainda termos de encerramento anuais, com os totais da despesa e receita por extenso, o saldo final e assinado por todos os membros da Mesa. Apresenta também os encerramentos no final do biénio de gerência da Mesa administrativa, em finais de Maio de 1938 e de 1940. Possui termos de abertura e encerramento.

Livro de verbas da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Paróquia de Nossa Senhora da Encarnação (borrão)

Indica em cada folha o ano, se é receita ou despesa e, à esquerda os meses do ano. Dispostas em colunas apresenta as diversas verbas orçamentais, as quantias recebidas / despendidas e os totais de cada coluna / verba. Nalguns dos anos apresenta, na última coluna, os valores totais recebidos ou despendidos em cada mês.

Resultados 11 a 20 de 487