Mostrar 26 resultados

Descrição arquivística
Arquivo Histórico da Cáritas Portuguesa Cáritas Portuguesa Subsecção
Previsualizar a impressão Ver:

Recursos humanos

Subsecção composta por documentação relativa à gestão de recursos humanos da Cáritas Portuguesa. A documentação está relacionada com a admissão de novos funcionários, a gestão dos funcionários efectivos e eventuais, distribuídos pelos vários serviços da Cáritas, internos (como sejam, os escritório, o armazém, ou a contabilidade) ou externos, no caso programas pontuais, e o processamento e pagamento de salários e contribuições para a Segurança Social, assim como à receção dos curricula de candidatos a colaboradores.

Cáritas Portuguesa

Estrutura orgânica e funcional

Subsecção composta por documentação sobre a estrutura da Cáritas Portuguesa, as suas competências e diretrizes de organização interna: estatutos, regulamento e circulares.

Cáritas Portuguesa

Acolhimento temporário de crianças

Subsecção composta por documentação produzida no curso do Programa de Acolhimento Temporário de Crianças, concebido e desenvolvido pela Cáritas Portuguesa e congéneres: Cáritas Austríaca, Secours Catholique, Cáritas Alemã e Cáritas Suíça. O objetivo do programa foi proporcionar férias em Portugal a crianças de zonas afetadas pela Segunda Guerra Mundial, sobretudo da Áustria, mas também de França, Alemanha e Hungria.

Cáritas Portuguesa

Corpos sociais

Subsecção composta por documentação referente à composição e à atuação dos corpos sociais da Cáritas Portuguesa ao longo do tempo. Os sucessivos estatutos configuraram distintos órgãos sociais, dotados de competências distintas entre si: Conselho Geral (estatutos de 1956), Assembleia Geral (1976), Conselho Geral (2000), Comissão Permanente da Assembleia Geral (1976), Comissão Permanente (2000), Comissão Central (1956), Direção Nacional (1976). Na conjuntura pós-1974, foram formados órgãos temporários: Direção Interina e Comissão Instaladora. Não existe documentação emanada dos órgãos sociais previstos nos estatutos de 1946.

Cáritas Portuguesa

Assistencial

Subsecção composta por documentação produzida no âmbito de apoios pontuais da Cáritas Portuguesa: donativos, ajuda básica, bolsas de estudo e ajudas diversas.

Cáritas Portuguesa

Expediente

Subsecção composta por copiadores de correspondência expedida e pela correspondência recebida pela Cáritas Portuguesa, desde o início da década de 1990.

Cáritas Portuguesa

Atividade dirigente

Subsecção composta por documentação relativa à atividade desenvolvida pelos sucessivos presidentes da Cáritas Portuguesa ao longo do tempo. Contém correspondência geral com órgãos de soberania, organismos da Administração do Estado e entidades eclesiásticas, assim como documentação típica do gabinete dos sucessivos presidentes, como pastas de trabalho sobre matérias muitos específicas e/ou sensíveis, espólios pessoais de figuras marcantes da organização, enquanto assistente, dirigente e colaborador com funções de chefia dos serviços (Pe. José Mendes Serrazina e Delfina Ruivo).

Cáritas Portuguesa

Emergência

Subsecção composta por documentação produzida no curso de programas de emergência lançados pela Cáritas Portuguesa, como sejam: crises de refugiados, na sequência de conflitos armados; de deslocados, devido a conflitos nas antigas colónias portuguesas; crises humanitárias em regiões de expressão portuguesa; apoio aos militares portugueses durante a guerra colonial; crises na sequência de catástrofes naturais, incluindo o sismo nos Açores em 1980; acolhimento de retornados após a descolonização em África; e diversas situações de emergência internacional desde a década de 1980.

Cáritas Portuguesa

Gestão financeira

Subsecção composta por documentação referente às operações financeiras realizadas pela Cáritas Portuguesa. Organizada por anos, contém: contas e orçamentos, balancetes, diários, extratos, faturação, controlo de movimentos bancários e registos contabilísticos.

Cáritas Portuguesa

Ajuda alimentar

Subsecção composta por documentação produzida no curso do programa de ajuda alimentar desenvolvido pela Cáritas Portuguesa. Com origem no Food Program financiado pelo governo dos Estados Unidos da América por intermédio da Public Law 480 (PL 480), o programa foi implementado em Portugal a partir de 1956, desdobrando-se em duas fases. Entre 1956-1969, a parceria entre a National Catholic Welfare Conference, o Catholic Relief Services (CRS), a Cáritas e o governo português teve como objetivo a distribuição gratuita de alimentos por intermédio das Cáritas Diocesanas e de instituições como cantinas, escolas, centros de acolhimento de crianças e idosos. Entre 1970 e a década de 1990, a Cáritas Portuguesa continuou a auxiliar as mesmas instituições com a venda de produtos alimentares a custos controlados ou ainda comparticipando através do estado português os Serviços Sociais escolares (campanha de leite escolar). Os produtos eram adquiridos a empresas quer em Portugal quer no estrangeiro (Bélgica, Holanda, entre outros países) e eram constituídos sobretudo por produtos lácteos (leite em pó, queijo, manteiga). A documentação consiste em correspondência, relatórios, auditorias, formulários, mapas de distribuição, guias de desembarque e desalfandegamento de mercadorias.

Cáritas Portuguesa

Resultados 1 a 10 de 26