Mostrar 36573 resultados

Descrição arquivística
Previsualizar a impressão Ver:

1214 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

[Cartas e recibos do negócio do Irmão José Álvares da Silva]

Este maço contém cartas de negócio, contas e recibos de carregações de mercadorias e ainda a «Lista das Pessoas, que sahiram, condenações, que tiveram, e sentenças, que se lêrão no Auto publico da Fé, que se celebrou na Igreja do Convento de S. Domingos desta cidade de Lisboa Occidental em Domingo 18 de Outubro de 1739. Sendo Inquisidor Geral o Eminentissimo, e Reverendissimo Senhor Nuno da Cunha, Presbytero Cardeal da Santa Igreja de Roma do titulo de Santa Anastasia, do Conselho de Estado de S. Magestade» (imagens 51 a 54 do documento em suporte digital).

Cartas do Negocio do Nosso Irmão Joze Alverez da Sylva

Este maço contém várias cartas do negócio de José Álvares da Silva. Contém igualmente alguns documentos que se destacam pelo seu interesse, tais como:

  • «Declaraçam de Guerra, feita pelo Serenissimo Principe Jorze II. Rey da Gram Bretanha, contra o Serenissimo Principe Felippe V. Rey de Hespanha, &c. Traduzida da Lingua Ingleza por J. F. M. M. Lisboa Occidental Na Officina de Antonio Correa Lemos. Anno M.DCC.XXXIX. Com as licenças necessarias, e Privilegio Real» (imagens 253 a 258 do documento em suporte digital);
  • «Gazeta de Lisboa Occidental, Num. 16. Na Officina de Antonio Correa Lemos. Com todas as licenças necessarias» (imagens 329 a 340 do documento em suporte digital);
  • «Lista das pessoas, que sahirão, condenações, que tiverão, e sentenças, que se lêrão no Auto publico da Fé, que se celebrou na Igreja do Convento de S. Domingos desta Cidade de Lisboa Occidental em Domingo 18 de Junho de 1741. Sendo Inquisidor Geral o Eminentissimo, e Reverendissimo Senhor Nuno da Cunha, Presbytero Cardeal da Santa Igreja de Roma do titulo de Santa Anastacia, do Concelho de Estado de S. Magestade» (imagens 522 a 525 do documento em suporte digital).

Varios prazos, e outros papeis pertencentes a testamentaria do Nosso Irmão o Reverendo Alexandre Jacome da Veiga

Este maço contém o testamento de Eugénio da Silva, uma certidão do inventário que ficou por morte de Jerónimo de Oliveira; o testamento de Alexandre Jacome da Veiga; certidões e recibos referentes ao mesmo testamento; autos do inventário dos bens que ficaram por morte do mesmo; certidões de várias sentenças; escrituras de prazos e empréstimos; e ainda cartas e outros documentos relativos ao comércio com o Brasil.

Assentos do Reverendo Doutor Domingos Ferreira da Silva Telles

Este maço contém assentos das mercadorias despachadas para o Brasil. Parte dos assentos encontra-se riscada. Folha solta (imagem 27 do documento em suporte digital) que apresenta um quadro com uma lista de nomes e respectivas colunas de valores relativos a: «ordenados», «Perdas», «allivios», «vencimentos», «lucros» e valor total.

[Receita e despesa das Casas na Rua de Trás da Sé e Recibos do Sineiro]

Livro de conteúdo misto.
No fólio 2 existe uma determinação da Mesa da Irmandade, de 17 de Novembro de 1789, para que as despesas e receitas das Casas na Rua de Trás da Sé, «(…) que foram de Nicolau de Souza Cruz», fossem registadas num livro próprio. Segundo o mesmo documento o Secretário da Irmandade deve lançar neste livro as pensões, «(…) que se pagam da forma do testamento do mesmo [Nicolau de Sousa Cruz]» e «(…) tudo mais, que pertencesse as mencionadas Casas». Registo da despesa feita pelo Secretário da Irmandade com as mesmas Casas (ex.: pensões pagas ao Cabido e à Santa Casa da Misericórdia; décima; obras) e receitas/rendimento das mesmas Casas (com indicação do nome de quem paga e aí vive) desde o ano económico de 1783 para 1784 até ao ano económico de 1814 para 1815. Listas de pagamentos de ferias (ex.: pedreiros, carpinteiros) por obras nas Casas na Rua de Trás da Sé. No fim do registo de receita e despesa das Casas na Rua de Trás da Sé é anotado pelo Secretário da Irmandade João Lopes Furtado (fl. 110): «Disse-me o Ex Secretario Joaquim Honorio da Cunha que o produto das cazas supra depois de satisfeito aos (sic) Ignacio Ribeiro, Souto, fora para o fundo do Hospital. Nobembro 3 de 1825».
A partir do fólio 110v registam-se os recibos do pagamento ao Sineiro da Sé, por quartéis, desde 1825.
Termo de abertura no fólio 1 e termo de encerramento no fólio 199v.

Mesa da Irmandade dos Clérigos do Porto

Resultados 71 a 80 de 36573