Mostrar 228 resultados

Descrição arquivística
Irmandade dos Clérigos do Porto Documento composto
Previsualizar a impressão Ver:

218 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Termos São Fillippe na Graça

Brochura constituída pelos termos das Mesas da Congregação de São Filipe Néri. Estes assentos apresentam decisões administrativas relativas à aceitação, composição e expulsão de Irmãos; à repartição em esquadras para os ofícios das almas nas primeiras segundas-feiras de cada mês; às eleições; à reforma dos Estatutos; às contas e entregas da confraria; entre outras.
Esta fonte contém índice (fólios iniciais) e termo de encerramento (fólio final).

Congregação de São Filipe Néri

[Certidões de missas rezadas por intenção de João Tinoco Vieira e Manuel Ribeiro Poço]

A presente fonte, de acordo com o termo de abertura, deveria conter apenas certidões de missas rezadas em cumprimento do Legado do Reverendo João Tinoco Vieira. No entanto, e apesar de todas as recomendações em contrário, a brochura é constituída por certidões de missas rezadas por intenção de João Tinoco Vieira, Irmão e Benfeitor da Irmandade, (1746-04-27 a 1802-08-16) e de Manuel Ribeiro Poço, Irmão da Irmandade, (1752-01-17 a 1779-12-30 e 1780-12-14 a 1781-12-20); por recibos de ordenados pagos aos Tesoureiros da Igreja da Irmandade (1763-09-27 a 1802-08-16) e por recibos indicativos de entrega de dinheiro para suprir os gastos da Sacristia (com os serviços da lavadeira, com as hóstias, entre outros). Nos recibos de pagamento aos Tesoureiros da Igreja registaram a identificação deste oficial (profissão e nome); a identificação do oficial responsável pelo pagamento (profissão e nome do Secretário); o valor do ordenado; o período de prestação de serviços ao qual se refere o pagamento; a datação do recibo (data tópica e data cronológica: dia, mês e ano); a assinatura do Tesoureiro da Igreja (profissão, nome e cargo); entre outros.
Esta fonte contém termos de abertura (fólio inicial) e encerramento (fólio 45).

[Recibos de casas adjudicadas]

Recibos de casas adjudicadas (contribuição predial, despesas com obras). Inclui róis de despesas com as mesmas casas (na sua generalidade referentes a obras), associados a recibos; documentos de apólices de seguros contra o fogo; pagamento da décima.

[Fundo do legado de um Irmão Sacerdote (Letra H)]

Livro constituído por assentos relativos à administração do legado instituído na Irmandade por um Irmão Sacerdote (Letra H). Dos vários registos, destacamos as certidões de missas rezadas no âmbito do cumprimento do referido legado (1810-12-25 a 1870-12-30).
Esta fonte contém termos de abertura (fólio 1) e encerramento (fólio 92v).

[Te Deum Laudamus a 4]

Este Te Deum Laudamus (Hino de Ação de Graças) é constituído por 6 partes vocais (2 dos Soprano, 2 dos Alto, Tenor e Baixo) e por duas partes de órgãos. Este Te Deum Laudamus é para ser cantado por 4 solistas e órgão 1º e por um coro e órgão 2º. Entre cada andamento par cantado pelos solistas, é cantado o verso ímpar pelo coro e acompanhado pelo órgão 2º, e assim sucessivamente até ao fim. É dividido da seguinte forma: 1 - "Te Deum Laudamus", 2 - "Te Dominum confitemur", 3 - "Te æternum Patrem", 4 - "Tibi omnes Angeli", 5 - "Tibi Cherubini et Seraphim", 6 - "Sanctus", 7- "Sanctus", 8 - "Sanctus Dominus Deus Sabaoth", 9 - "Pleni sunt cæli et terra", 10 - "Te gloriosus Apostolorum", 11 - "Te Prophetarum", 12 - "Te Martyrum candidatus", 13 - "Te per orbem", 14 - "Patrem immensae majestatis", 15 - "Venerandum tuum", 16 - "Sanctum quoque Paraclitum Spiritum", 17 - "Tu Rex gloriæ Christe", 18 - "Tu Patris sempiternus es Filius", 19 - "Tu ad liberandum suscepturus", 20 - "Tu devicto mortis aculeo", 21 - "Tu ad dexteram Dei sedes", 22 - "Judex crederis esse Venturus", 23 - "Te ergo quaesumus", 24 - "Aeterna fac cum Sanctis", 25 - "Salvum fac populum", 26 - "Et rege eos", 27 - "Per singulos dus benedicimus te", 28 - "Et Laudamus nomen tuum", 29 - "Dignare Domine die", 30 - "Miserere nostri", 31 - "Fiat misericordia tua", 32 - "In te Domine".

[Empréstimo concedido a António Pires da Silva]

Maço constituído por documentação relativa a um empréstimo concedido a António Pires da Silva. Para tal, o suplicante hipotecou uma propriedade de casas sita na Rua Militar das Fontainhas.

Alguns elementos identificativos do suplicante:
António Pires da Silva – condutor Geral dos Dinheiros do Real Contrato do Tabaco do Porto para Lisboa e assistente na Rua Militar das Fontainhas.

[Diversas contas e Recibos]

Contém documentos diversos associados aos recibos, tais como: petições, contas de despesas (ex.: negócios da Irmandade, festividades, obras em casas adjudicadas, ofícios de alma), certificados de missas, apólices de seguro.

Livro das certidoens da Missa quotidiana, e terno de Natal do Nosso Irmão o Reverendo João Tinoco Vieira E Recibos do ordenado do Reverendo Thezoureiro da Igreja

Brochura constituída por certidões de missas rezadas em cumprimento do Legado do Irmão João Tinoco Vieira, Reverendo, (1802-11-15 a 1832-02-14) e por recibos de ordenados pagos aos Tesoureiros da Igreja da Irmandade dos Clérigos do Porto (1802-11-15 a 1836-08-14). Nos recibos de pagamento aos Tesoureiros da Igreja registaram a identificação do oficial responsável pelo pagamento (profissão e nome do Secretário); o valor do ordenado; a datação do recibo (data tópica e data cronológica: dia, mês e ano); a assinatura do Tesoureiro da Igreja (profissão, nome e cargo); entre outros.
No fólio 34, o Secretário registou uma nota relativa ao aumento do ordenado do Tesoureiro da Igreja «(…) em attenção ao seu grande zêlo, e trabalho excessivo (…)» (despacho da Mesa de 1836-08-05).
Esta fonte contém termos de abertura (fólio 1) e encerramento (fólio 70v).

Resultados 61 a 70 de 228