Mostrar 228 resultados

Descrição arquivística
Irmandade dos Clérigos do Porto Documento composto
Previsualizar a impressão Ver:

218 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

1718 Livro de Caregasoes

Livro de carregações de Eugénio da Silva e Companhia, na nau «Rainha dos Anjos e Almas», que realizava o percurso entre o Porto e o Rio de Janeiro, no Brasil. Este livro contém os registos das contas de negócio e os róis de carregação de mercadorias.

Papeiz que dizem respeito a testamentaria do Nosso Irmão o Reverendo Alexandre Jacome da Veiga

Este maço contém várias cartas particulares e de negócio, na sua maioria dirigidas a Eugénio da Silva. Contém igualmente contas e recibos relativos ao comércio com o Brasil, cópias de petições e contratos de sociedade, assim como o «Summario da Bulla da Santa Cruzada», passada por D. Manuel Caetano de Sousa, pro-comissário geral da Bula da Santa Cruzada (imagens 278 a 280 do documento em suporte digital). O maço contém ainda o [Caderno de contas], uma brochura em pergaminho com 30 fls. (imagens 109 a 125 do documento em suporte digital).

Varios prazos, e outros papeis pertencentes a testamentaria do Nosso Irmão o Reverendo Alexandre Jacome da Veiga

Este maço contém o testamento de Eugénio da Silva, uma certidão do inventário que ficou por morte de Jerónimo de Oliveira; o testamento de Alexandre Jacome da Veiga; certidões e recibos referentes ao mesmo testamento; autos do inventário dos bens que ficaram por morte do mesmo; certidões de várias sentenças; escrituras de prazos e empréstimos; e ainda cartas e outros documentos relativos ao comércio com o Brasil.

Termos São Fillippe na Graça

Brochura constituída pelos termos das Mesas da Congregação de São Filipe Néri. Estes assentos apresentam decisões administrativas relativas à aceitação, composição e expulsão de Irmãos; à repartição em esquadras para os ofícios das almas nas primeiras segundas-feiras de cada mês; às eleições; à reforma dos Estatutos; às contas e entregas da confraria; entre outras.
Esta fonte contém índice (fólios iniciais) e termo de encerramento (fólio final).

Congregação de São Filipe Néri

Receita e Despeza. 1835 a 1841

Inicialmente é apresentado um resumo/mapa das contas dos anos do livro, até 1840, com remissão para os fólios do próprio livro em que se encontram os registos das contas. Registam-se ainda algumas parcelas de despesa e receita de Setembro e Outubro de 1841.
Em seguida apresenta-se um texto com o título: «Breves reflexoens para se organizar a Representação ao Govêrno. 1839». Inclui: uma lista de casas adjudicadas à Irmandade, com indicação da sua localização (rua e número) e valor («A quem pertencem as casas adjudicadas»); compras jarras para a Capela-Mor (1836, 1837, 1840); lista da prata pedida para a semana Santa de 1840; «Dinheiros de sobras (…)» entregues no Cofre até Agosto de 1839 (desde Junho de 1836); despesas feitas «Alem do dinheiro entrado no Cofre ut retro» maioritariamente relacionadas com obras (desde Setembro de 1835).
A partir do fólio 12 regista-se a «Conta da Despeza e Receita (…)» feita pelo Secretário da Irmandade, desde Maio de 1835 até Agosto de 1841, com uma divisão trimestral, balanço da receita e despesa trimestral e anual (registo anual de Setembro a Agosto), registo de aprovação e mapas de receita e despesa. As despesas e receitas são registadas lado a lado, no verso e frente dos fólios, respectivamente, com registo da data de cada item contabilístico (dia, mês, ano). Itens de Despesa: serviços/ordenados/propinas de festas (padres do coro, pregador, lavadeira, porteiro, organista, tesoureiro, sineiro…), missas, esmolas, compra de papel, obras diversas em edifícios (carpinteiros, trolhas…), entre outros. Itens de Receita: aluguer de casas, juros, multas, entre outros.
Junto de alguns registos surgem desenhos/símbolos, por exemplo: uma cruz junto das despesas do Tesoureiro com a Igreja; um rectângulo preenchido por linhas horizontais e verticais (lembrando uma grade) junto do pagamento a um Ferreiro por conta de grades de ferro.
Sem termos de abertura e de encerramento.

Mesa da Irmandade dos Clérigos do Porto

Propostas para empreitadas e orçamentos

Propostas e orçamentos para empreitadas de várias obras e reparações no edifício e Igreja da Irmandade dos Clérigos do Porto, tal como: reparação do órgão; limpeza do ouro nos altares da Capela de Nossa Senhora da Lapa; colocação de soalho na Igreja dos Clérigos; ladrilhar a tijolo os passadiços na parte superior do edifício; pintura das imagens nos altares; etc. Este maço contém igualmente recibos de gastos em lojas de paramentaria e douramento; um ofício a comunicar a eleição do monsenhor António José Rodrigues Pereira para a Junta consultiva da Irmandade e uma procuração pela qual os deputados e mesários da Irmandade dos Clérigos do Porto constituíram como seu bastante procurador a Duarte Huet Bacelar, Tesoureiro da mesma, em relação à assinatura da escritura do contrato de empreitada de obras na Igreja dos Clérigos, adjudicada em Mesa da Irmandade a António Pinto Neiva e Luís Pinto Neiva.

Mesa da Irmandade dos Clérigos do Porto

Resultados 51 a 60 de 228