Mostrar 592 resultados

Descrição arquivística
Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Encarnação
Previsualizar a impressão Ver:

Arrendamentos das propriedades e contas correntes

Livro misto, possui também registos referentes à conta corrente das propriedades da Irmandade (Ver ref.ª PT-INSE-ISSIE/GP/PR/01-02). Apresenta vários tipos de registos e mapas: “Mapa dos irmãos que têm entrado para esta Irmandade e não tem pago (…) ficando por isso devedores das quantias abaixo mencionadas”, que refere o livro de "Assentos dos Irmãos" (ano e folha), o nome e a quantia em dívida (f. 85-86), abrangendo os livros das "Presidências" entre 1771 e 1803; mapa dos devedores e credores da Irmandade, abrangendo o período entre 1805-12-31 e 1807-12-31, referindo o livro de tombo (f. 90). Contém índice inicial com indicação da morada e folha e remetendo também para os registos descritos atrás (“Irmãos que não têm pago jóia” e “por outras contas que se seguem").

Arrendamentos das propriedades e contas correntes

Livro misto, possuindo também registos referentes aos devedores e credores da Irmandade nos f. 85 a 139 (Ver ref.ª PT-INSE-ISSIE/GF/11-01). Neste livro temos registos referentes a dois períodos distintos: o primeiro entre 1805-12-31 e 1813-09-30 (f. 1 a 84); o segundo entre 1842-01-01 e 1845-07-19 (f. 140 a 163). O livro, à semelhança do anterior, tem os assentos organizados por ruas onde a Irmandade possuía ou administrava casas arrendadas. Cada folha diz respeito a um inquilino, ou mais, nos casos em que existe mudança de arrendatário. Em cada registo indica-se: a data (ano, mês e dia), o andar de casas, a rua, o nome do inquilino, a renda acordada, a periodicidade do pagamento da renda (anual, semestral) e alterações da renda, no lado esquerdo da folha; no lado direito da folha regista-se: os pagamentos realizados, a data (ano, mês e dia) em que foi passado o conhecimento, de que valor e data do seu vencimento (mês e ano). Contém um índice da relação de inquilinos por casa (f. 179-181). Em anexo apresenta ainda: os rendimentos das propriedades organizados por rua e por semestre/ano, indicando o nome do inquilino e o valor da renda e um resumo do rendimento das propriedades entre 1807-01-01 e 1812-12-31.

Assento de todas as propriedades de casas pertencentes a esta Irmandade do Santíssimo Sacramento da Freguesia de Nossa Senhora da Encarnação, com a divisão dos quartos e seus inquilinos

Assentos, organizados por ruas, registando as propriedades de casas que a Irmandade possuía ou administrava para arrendamento. Cada folha diz respeito a um inquilino, ou a dois, nos casos em que existe mudança de arrendatário. Em cada registo indica-se a data (ano, mês e dia), o andar de casas, a rua, o nome do inquilino, a renda acordada, a periodicidade do pagamento da renda (anual, semestral) e alterações da renda, no lado esquerdo da folha; no lado direito da folha assentam-se os pagamentos realizados, indicando a data (ano, mês e dia) em que foi passado o conhecimento, de que valor e data do seu vencimento (mês e ano). Existem ainda outro tipo de assentos (f. 43 a 49): 1) Mapa de conhecimentos para o tesoureiro assinar, de forma a fazerem-se as cobranças, registando-se as moradas de casas, a data, o nome do inquilino e a renda. 2) Mapa de conhecimentos assinados pelo tesoureiro interino, em que se apresenta o nome do inquilino, as quantias pagas de décimas (em metal e em papel) e a renda cobrada. No final tem um resumo dos conhecimentos e anotações. Possui ainda um índice final com a indicação do nome da rua e os fólios respectivos. Neste período, de 1802 a 1806, a Irmandade do Santíssimo Sacramento possuía casas para arrendamento na Rua Nova de Jesus, na Rua da Atalaia, na Rua da Cruz, na Rua dos Calafates, na Travessa da Queimada e na Rua das Trinas, ao Mocambo. Faz-se referência no final de alguns registos de que as cobranças dos inquilinos passam a fazer-se no “Livro de Correntes” (ou Contas Correntes) a partir de 1806.

Assentos da Irmandade do Santíssimo Sacramento, sita na Paroquial Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Assentos organizados cronologicamente por data de entrada do irmão, apresentando três registos por página. Texto do assento: “Aos (…) dias do mez de (…) de 17(…) se assentou por Irmão desta Irmandade do Santissimo Sacramento, da Paroquial Igreja de Nossa Senhora da Incarnação desta Cidade (nome do irmão) morador (…) da mesma Paroquia, e deu de sua joia (…) e prometteu guardar os Estatutos do nosso Compromisso, e assignou comigo Escrivão da Meza, era ut supra”. Assina o escrivão da Mesa. À margem tem indicações diversas, como “faleceu”, “ausente”, etc. e nalguns assentos regista-se ainda o local de sepultura e data. Possui um índice inicial com marcadores alfabéticos indicando o nome e folha em que se localiza no livro o assento respectivo. A seguir ao índice tem um separador com impressão idêntica à da folha de rosto. O livro foi impresso em Lisboa, na Oficina de Miguel Rodrigues, Impressor do Cardeal Patriarca, em 1772, com licença da Real Mesa Censória (folha de rosto).

Assentos de Irmãos

Um único livro com assentos entre 1756 e 1804 da antiga Irmandade (fol. 1-37) e da Irmandade renovada em 1826, com registos até 1878. Cada assento apresenta a data, a morada e freguesia e o valor pago quando entravam para a Irmandade. À margem dos assentos tem anotações relativas a pagamentos, data de falecimento do irmão, se é casado e se o cônjuge fica como irmão, sufrágios realizados e diversas outras alterações ao registo original (estado civil, residência, etc.).

Assentos de Irmãos

Série constituída por dois livros com registos da admissão de irmãos na Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja da Encarnação, organizados cronologicamente. Os registos indicam a data do assento, o nome do irmão admitido, a morada, o estado civil e, se casado ou viúvo, o nome da esposa e a quantia entregue de jóia pela sua entrada. À margem do assento inscrevem-se diversas anotações, que variam conforme os casos: falecimento, ausência, mudança de morada ou estado civil, indicando, por vezes, as datas dos acontecimentos ou dos assentos. Os dois livros possuem ainda um índice alfabético inicial (no primeiro livro) ou final (no segundo), com o nome do irmão e a folha onde consta o respectivo assento.

Assentos dos irmãos que entram nesta Congregação de São Miguel e Almas sita na Paroquial Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Assentos de 1756 a 1804 da antiga Irmandade (f. 1-37) e da Irmandade renovada em 1826-03-08 até 1878 (f. 37 verso em diante). Cada página, parcialmente impressa, apresenta três registos, com o seguinte texto: “Aos (…) dias do mez de (…) de (…) se assentou por Irmã desta Congregação de S. Miguel, e Almas, sita na Paroquial Igreja de N. Senhora da Encarnação desta Cidade de Lisboa (nome) morador (residência) Freguezia e deu de sua entrada (quantia em réis) e prometteo guardar os Estatutos do nosso Compromisso, e assinou comigo Secretario. Era ut suprà.” Assinaturas do irmão e do Secretário da Irmandade. Possui um índice com marcadores alfabéticos. Neste apresenta-se para cada assento: o nome do irmão e folha respectiva, por ordem de registo, mas com algumas falhas.

Assinaturas dos nomes dos irmãos sempre que haja reunião da Assembleia-geral

Registo das assinaturas dos Irmãos presentes nas reuniões da Assembleia-geral da Irmandade, tendo-se, na primeira reunião de Assembleia-geral, procedido à discussão do Compromisso (1892-10-09 - 1892-10-16). Possui termos de abertura e encerramento. 2.º escrivão: José Joaquim Barata Correia (1892-1911).

Assistência aos Sócios

Esta secção integra os documentos que testemunham a actividade assistencial do Montepio Eclesiástico do Reino, a saber: a série de registo das visitas aos irmãos pobres doentes - o Livro Privativo do Visitador (1845-1856).

Resultados 51 a 60 de 592