Mostrar 487 resultados

Descrição arquivística
Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação
Previsualizar a impressão Ver:

Arrendamentos das propriedades e contas correntes

Livro misto, possuindo também registos referentes aos devedores e credores da Irmandade nos f. 85 a 139 (Ver ref.ª PT-INSE-ISSIE/GF/11-01). Neste livro temos registos referentes a dois períodos distintos: o primeiro entre 1805-12-31 e 1813-09-30 (f. 1 a 84); o segundo entre 1842-01-01 e 1845-07-19 (f. 140 a 163). O livro, à semelhança do anterior, tem os assentos organizados por ruas onde a Irmandade possuía ou administrava casas arrendadas. Cada folha diz respeito a um inquilino, ou mais, nos casos em que existe mudança de arrendatário. Em cada registo indica-se: a data (ano, mês e dia), o andar de casas, a rua, o nome do inquilino, a renda acordada, a periodicidade do pagamento da renda (anual, semestral) e alterações da renda, no lado esquerdo da folha; no lado direito da folha regista-se: os pagamentos realizados, a data (ano, mês e dia) em que foi passado o conhecimento, de que valor e data do seu vencimento (mês e ano). Contém um índice da relação de inquilinos por casa (f. 179-181). Em anexo apresenta ainda: os rendimentos das propriedades organizados por rua e por semestre/ano, indicando o nome do inquilino e o valor da renda e um resumo do rendimento das propriedades entre 1807-01-01 e 1812-12-31.

Propriedades de casas pertencentes à Irmandade do Santíssimo Sacramento

Assentos organizados por ruas onde a Irmandade possuía ou administrava casas arrendadas. Cada folha diz respeito a um inquilino, ou a dois ou mais, nos casos em que existe mudança de arrendatário. Em cada registo indica-se a data (ano, mês e dia), o andar de casas, a rua, o nome do inquilino, a renda acordada, a periodicidade do pagamento da renda (anual, semestral) e alterações da renda, no lado esquerdo da folha; no lado direito da folha assentam-se os pagamentos realizados, indicando a data (ano, mês e dia) em que foi passado o conhecimento, de que valor e data do seu vencimento (mês e ano). Tem também índice inicial, em que se aponta a morada e as folhas do livro onde se encontram os registos respectivos. Existe ainda, também no início, um índice por nome do arrendatário remetendo para a folha em que se encontra o respectivo registo.

Avaliação da propriedade da Igreja e anexos da Freguesia de Nossa Senhora da Encarnação de Lisboa

Relatório resumido da Avaliação da Propriedade da Igreja e anexos, pertencente à Irmandade do Santíssimo Sacramento da Freguesia de Nossa Senhora da Encarnação de Lisboa. Foi avaliador Alfredo Sacaria de Abreu, inspector-avaliador do Crédito Predial Português.

Apólices de seguro dos prédios da Irmandade e outros documentos

Processos das Companhias de Seguros - Fidelidade (1839-2002), O Trabalho (1969-1979) e a Nacional (1934), da Sociedade Angariadora de Seguros (1961) e o relatório de uma visita de inspecção efectuada à Igreja da Encarnação relativo a risco de incêndio nas instalações (1978).

Orçamentos de obras e reparações

Série composta por um maço onde se incluíram os documentos relativos a obras e reparações realizadas na Igreja de Nossa Senhora da Encarnação, como as obras de beneficiação exteriores, construção e instalação da porta de acesso ao pátio da Igreja, substituição de madeiramento no tecto da Igreja, recolocação de azulejos na fachada da Rua do Alecrim, instalação eléctrica para uma ventoinha do órgão da Igreja, obras no pátio e edifícios anexos, reparação e substituição de canalizações e instalações eléctricas.

Eleições, termos de posse e cópias de decretos, avisos e provisões régias

Termos de eleições dos irmãos que serão eleitores, seguidos dos termos de eleições dos membros da Mesa e mais oficiais: juiz, escrivão, tesoureiro, procurador da Mesa, procurador-geral, mordomos e conselheiros e os respectivos termos de posse. Possui termos de abertura e encerramento. Escrivão: Francisco Xavier Sousa Caro.

Termo de admissão de irmão nesta Irmandade, de Sua Alteza Real O Príncipe D. Carlos

Termo de admissão de 1885-04-19: «(…) anuindo de bom grado ao convite que a referida meza lhe fizera permittia a inscripção do Seu Real Nome, como Irmão d'esta Irmandade, e por isso foi lavrado o prezente termo, que vae ser assignado por Sua Alteza Real, e por Daniel João Gonçalves, primeiro escrivão da meza d'esta Irmandade». Assinam o príncipe D. Carlos e o 1.º escrivão. Segue-se a transcrição do extracto da Acta da Sessão extraordinária da Assembleia-geral da Irmandade, datada de 1885-04-26, que respeita à nomeação do príncipe D. Carlos, Duque de Bragança, como juiz honorário perpétuo, sob proposta do juiz, que foi aprovada na referida Assembleia-geral, por unanimidade. Está assinada por todos os irmãos presentes na referida sessão. Apresenta ainda a cópia do ofício dirigido ao príncipe, que acompanhou a entrega da carta patente de irmão e em que se participa a sua nomeação como "Juiz Honorário Perpétuo da Irmandade", datado de 1885-04-27. Possui termos de abertura e encerramento. Juiz: Francisco Ribeiro da Cunha. Primeiro Escrivão: Daniel João Gonçalves.

Resultados 461 a 470 de 487