Mostrar 229 resultados

Descrição arquivística
Irmandade dos Clérigos do Porto Documento composto
Previsualizar a impressão Ver:

218 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Responsorios In Nativitate Domini

Várias partes instrumentais e vocais das Matinas do Dia de Natal intituladas "Responsorio In Nativitate Domini" de David Perez.
Oito partes vocais - soprano solo, soprano tutti, alto solo, alto tutti, tenor solo, tenor tutti, baixo solo e baixo tutti e duas partes instrumentais - órgão solo e tutti e uma partitura geral com todas as vozes e instrumentos.
A obra é constituída pelos seguintes andamentos: Invitatório "Christus natu est nobis" (Largo e Allegro); Hino Jesu Redemptor; 1º Nocturno - Responsório 1º "Hodie nobis" (Moderato), "Gaudet exercitus angelorum" (Presto e Presto), Verso Duo "Gloria Patri" (Allegro); Responsório 2º Verso Duo "Hodie nobis" (Andante), "Hodie oer to tum mundum" (Allegro non tanto), Responsório 3º Verso Duo "Que vidistis Pastores" (Largo), "Dicite annuntiate nobis" (Poco Andante), Pastorela "Natum vidimus" ((Moderato non Allegro), Verso Duo "Dicite" (Moderato), "Quid na vidistis" (Largo), "Dicite" (Adagio), "Quid na vidistis" (Largo), "Et annuntiate" (Adagio), "Natum vidimis" (Moderato), “Dicite Pastores" (Moderato), "Natum vidimus" (Moderato); 2º Nocturno - Responsório 4º "Ó Magnum" (Moderato), "Ja centem presepio" (Piu tosto Adagio), "Beata virgo" (Allegro), "Ave Maria" (Allegro); Responsório 5º "Hodie genuit Salvato" (Poco Allegro), Verso Solo "Beata qua credidit" (Moderato); Responsório 6º "Sancta et inmaculata" (Larghetto), "Quia quam" (Fugatto), "Gloria Patri" (Larghetto); 3º Nocturno - Responsório 7º Verso Duo "Beata viscera" (Allegretto), "Qui hodie" (Larghetto), Verso Duo "Dies Sanctificatus" (Allegro moderato), "Qui hodie" (Larghetto); Responsório 8º "Verbum caro factum" (Larghetto), "Et vidimus gloriam" (Allegro), Verso Duo "Gloria Patri" (Larghetto), "Et vidimus" (Allegro).

David Perez

[Empréstimo concedido a António Bernardo de Azevedo Soeiro e a Rosa Joaquina de Lima Xavier Soeiro]

Maço constituído por documentação relativa a um empréstimo concedido a António Bernardo de Azevedo Soeiro e a Dona Rosa Joaquina de Lima Xavier Soeiro. Para tal, os suplicantes hipotecaram uma morada de casas sita na Rua do Welesley.
De acordo com a folha que protege o maço, «Estes papeis dizem respeito à execução contra Antonio Bernardo d’ Azevedo Soeiro».

Alguns elementos identificativos dos suplicantes:
António Bernardo de Azevedo Soeiro – natural da Freguesia de Sanfins, Comarca da Feira, e morador na Rua de Santa Catarina, Porto;
Rosa Joaquina de Lima Xavier Soeiro – casada com António Bernardo de Azevedo Soeiro e moradora na Rua de Santa Catarina, Porto.

Livro em que se carrega o rendimento da Irmandade de São Pedro ad vincula

Livro misto pertencente à Confraria dos Clérigos de São Pedro ad Vincula, constituído por duas partes distintas.
A primeira parte, até ao fl. 7v., é composta por róis de receita da Irmandade, relativos aos anos económicos de 1659-1660, 1660-1661, 1662-1663, 1663-1664 e 1667-1668. Os róis de receita contêm a listagem das fontes de rendimento - oriundas da cobrança de multas devido a faltas dos Irmãos a ofícios, festas e celebrações; esmolas doadas à Irmandade; pagamento da jóia de entrada por parte de novos Irmãos; pagamento de anuais; composição de Irmãos; cobrança de dívidas; entre outros -, o valor recebido e a assinatura do Escrivão e Juiz da Irmandade.
A segunda parte do livro, entre os fls. 76 a 81, é composta por uma lista dos «Reverendos Irmãos de São Pedro Ad vincula», organizada pela ordem de entrada (do n.º 1 ao n.º 243); o respectivo nome de cada Irmão; assim como informações adicionais, relativas à data de falecimento, à data de admissão na Irmandade e ao afastamento da mesma (ex.: «riscado»).
A fl. 8 encontra-se um termo da sessão da Mesa e Junta Geral da Confraria de 1672-09-29, na qual foi deliberada a atribuição de uma esmola para socorrer o Padre Manuel da Silva, Irmão da confraria.
Esta fonte contém termo de encerramento (fl. 88v.).

Confraria dos Clérigos de São Pedro ad Vincula

Caixa do Nosso Irmão Antonio Rodrigues Souto

Livro constituído por assentos relativos à administração do legado instituído na Irmandade pelo Irmão António Rodrigues Souto.
Esta fonte contém termos de abertura (fólio inicial) e encerramento (fólio 192).

[Testamentos]

Maço constituído por documentação relativa à execução de vários testamentos (por exemplo: do Reverendo José Gomes de Sá Brandão, Irmão e Ex-Deputado, falecido na Enfermaria da Irmandade em 1792-01-21 e do Reverendo Manuel da Costa Moreira, Irmão e Ex-Deputado, assistente em Barcelos).

[Livro de Eleições da Confraria dos Clérigos de São Pedro ad Vincula]

Esta fonte contém os termos de eleição dos oficiais da Confraria de São Pedro ad Vincula e também os termos de admissão de Irmãos da mesma. No fl. 1 encontra-se o registo da eleição dos oficiais fundadores da Confraria, datado de 1654-08-01.

Confraria dos Clérigos de São Pedro ad Vincula

Cartas, e varias clarezas da negociação do Nosso Irmão Joze Alveres da Sylva

Este maço contém várias cartas de negócio; contas e recibos de carregações de mercadorias; escrituras de sociedade e companhia de José Álvares da Silva, António de Miranda Serra e outros; escrituras de crédito; cópias de testamentos; petições; mandados de execuções d certidões de missas. Contém ainda alguns documentos que se destacam pelo seu interesse, tais como:

  • «Tratado de Paz entre o Muyto Alto, e Muyto Poderoso Principe D. João o V. Pela graça de Deos Rey de Portugal, e o Muyto Alto, e Muyto Poderoso Principe D. Felippe V. Pela graça de Deos Rey Catholico de Hespanha. Feyto em Utrecht a 6 de Fevereiro de 1715. Mandado imprimir pela Secretaria de Estado. Lisboa, na Officina de Antonio Pedrozo Galram. Com as licenças necessarias, & Privilegio Real. Anno de 1715» (imagens 83 a 106 do documento em suporte digital);
  • Traslado dos «Privillegios concedidos aos officiaes e Famelliares do Sancto Officio da Inquisição destes Reynoz e Senhorios de Portugal» (imagens 381 a 388 do documento em suporte digital);
  • «Regimento dos familiares do Santo Officio. Lisboa: Na officina de Miguel Manescal, Impressor do Sancto Officio. Anno de M.DC.XVIV» (imagens 378 a 380 do documento em suporte digital).
Resultados 31 a 40 de 229