Mostrar 487 resultados

Descrição arquivística
Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação Português
Previsualizar a impressão Ver:

Acórdãos da Mesa

Série composta de dois livros com o registo de acórdãos da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja da Encarnação. Tem transcrição autenticada das escrituras celebradas entre o Cabido da Sé de Lisboa e a Condessa de Pontével, D. Elvira Maria de Vilhena, relativamente à fundação e edificação da Igreja com o título de Nossa Senhora da Encarnação e a que concede a Fábrica da Igreja e rendimento dos covais e sepulturas no corpo da Igreja à Irmandade do Santíssimo Sacramento, em contrapartida do cumprimento das obrigações descritas no mesmo documento. Apresenta ainda o registo de termos de aceitação de legados, avaliação de casas recebidas por doação ou testamento, de instituição de capelas, nomeação de dotes instituídos pelos testadores, acórdãos relativos a dinheiro que se deu a juro, cofre de três chaves com dinheiro da Irmandade, provimento e despedimento de capelães, provimento de meninos de coro e sacristia, acórdãos relativos à nomeação de um Procurador-geral, sobre a aposentadoria do andador, provimentos do andador, sineiro e outros empregados, aumento de ordenados, sobre a reedificação e obras na Igreja, para se edificarem casas por detrás da Igreja para aluguer, entre muitos outros assuntos.

Acórdãos da Mesa da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Paroquial Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Acórdãos da Mesa da Irmandade do Santíssimo Sacramento, relativos ao período entre 1818 e 1828. Em anexo apresenta documentos com várias anotações relativas aos Acórdãos contidos neste livro, sem data. Este livro contém termos de abertura e de encerramento. Juiz: António José Coelho. Escrivães: António José Maria de Brito (1818-1819); Gaspar Feliciano de Morais; Anacleto da Silva Morais; António Mazziotti (1828).

Administração de capelas e outros legados pios

Série documental constituída por dezanove livros e um caderno relativos à administração dos bens de testadores legados à Irmandade, em contrapartida do cumprimento de diversos encargos, como a celebração de missas, dotação de órfãs ou atribuição de esmolas a pobres. Estes livros dizem respeito aos legados da Condessa de Pontével, D. Elvira Maria de Vilhena; Marcos da Silva e sua esposa, Maria da Conceição; Filipe de Santiago Ribeiro; Maria Bárbara e seu marido Francisco de Sequeira; Luís Salinas de Oliveira e seu irmão Paulo de Bem Salinas; Maria Nunes da Silva; D. Antónia Francisca de Mendonça e João Rebelo de Campos; Padre Manuel de Sousa Caldeira; Estevão da Silva; Padre Pascoal da Costa; Nicolau Pereira; Domingos Lopes Coelho e sua esposa, Joana Maria da Silva; Francisco Ramos de Miranda e Teresa de Jesus Aurélia.

Altar de Santa Ana

Litografia de C. Wiegano - Pará. Título: “Sancta Anna, Succurre Miseris, 1880”. Legenda: “Protector Ex.mo Monsenhor Vigário Geral do Bispado. Juiza Ex.ma Sn.ra D. Rozina Carvalho; Juiza por devoção: Ex.ma Sn.ra D. Maria Ritta de Jesus e Cunha; Directoria: Ill.mos Sn.r Camillo Antonio dos Santos, Emilio José do Carmo, Alfredo H. da Senna Aranha, Luiz da Cunha Carvalho; Tesoureiro João F. Faria Damasceno; Secretário Joaquim Egidio do Valle. No verso: Ex.ma Sr D. Maria Emilia Ribeiro”.

Anuais

6 cadernetas de recibos numeradas de 1 a 6: Caderneta 1 - recibos números 1 a 225 (1894-12-31); Caderneta 2- recibos 1 a 225 (1895-12-31); Caderneta 3 - recibos 1 a 224, mais 2 não num. (1896-12-31 - 1897-03-30); Caderneta 4 - recibos 1 a 222 (1897-12-31); Caderneta 5 - recibos 1 a 219 (1898-12-31); Caderneta 6 - recibos 1 a 211 (1899-12-31).

Anuais

5 cadernetas de recibos numeradas de 7 a 11. Caderneta 7 - recibos 1 a 220 (1900-12-31); Caderneta 8 - recibos 1 a 220 (1901-12-31); Caderneta 9 - recibos 1 a 210 (1902-12-31); Caderneta 10 - recibos 1 a 173 (1904-12-31); Caderneta 11 - recibos 1 a 166 (1905-12-31). Faltam os recibos relativos ao ano de 1903.

Anuais

6 cadernetas de recibos numeradas de 12 a 17. Caderneta 12 - recibos 1 a 184 (1906-12-31); Caderneta 13 - recibos 1 a 186 (1907-12-30); Caderneta 14 - recibos 1 a 182 (1908-12-31); Caderneta 15 - recibos 1 a 142 (1909-12-31); Caderneta 16 - recibos 1 a 131, relativos a 1910 (1911-04-22) e recibos não numerados, organizados por número da folha do Livro de Anuais, relativos a 1921 (1922-01-01); Caderneta 17 - recibos com numeração correspondente ao número de cada irmão, relativos a 1911 e 1912 (1912-03-21 - 1913-03-31).

Anuais

5 cadernetas de recibos numeradas de 32 a 36: Caderneta 32 - recibos referentes ao pagamento de anuais de 1937, não numerados (1937-06-09); Caderneta 33 - recibos de anuais de 1938, não numerados (1938-02-07); Caderneta 34 (só os canhotos) - referentes a recibos de anuais de 1939 (1939-02-26); Caderneta 35 (recibos e canhotos soltos) referente a anuais de 1941 (1941-01-01); Caderneta 35 (só canhotos) - referente aos anuais pagos relativos a 1971 (1971-01-10).

Anuais

7 cadernetas de recibos, numeradas de 18 a 24, estando os recibos organizados pelo número do fólio do Livro de Anuais: Caderneta 18 - recibos 106 a 137 relativos a 1912 (1913-03-31) e recibos 85 a 109 de 1916, 1 a 100 de 1917 e 1 a 26 de 1918 (1917-01-01 a 1919-01-01); Caderneta 19 - recibos 1 a 118 de 1914 e 1 a 121 de 1915 (1915-04-30 a 1916-12-31); Caderneta 20 - recibos 27 a 91 de 1918, 1 a 89 de 1919, 1 a 86 de 1920 (1919-01-01 a 1921-06-31); Caderneta 21 - recibos relativos a 1922 e 1923 não numerados e 1 a 12 de 1924 (1923-01-01 a 1925-01-01); Caderneta 22 - recibos 13 a 137 de 1924 e 1 a 139 de 1925 (1925-01-01 a 1926-01-01); Caderneta 23 - recibos 140 a 164 de 1925, 1 a 184 de 1926 e 1 a 69 de 1927 (1926-01-01 a 1928-01-01); Caderneta 24 - recibos 70 a 185 de 1927 e 1 a 188 de 1928 (1928-01-01 a 1929-01-01).

Resultados 31 a 40 de 487