Mostrar 285 resultados

Descrição arquivística
Benevenuto de Sousa
Previsualizar a impressão Ver:

36 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

O Petardo

O Petardo foi um quinzenário católico humorístico, publicado no Porto (em Lisboa, entre 15 de outubro de 1903 e 11 de março de 1906), entre 1 de julho de 1902 e 1 de outubro de 1910, aos dias 1 e 15 de cada mês, com textos assinados por pseudónimos e entre-cortados por caricaturas. O anonimato dos colaboradores a coberto de pseudónimo era, inclusive, condição de admissão para colaborador do jornal.
A redação e administração estavam a cargo do Padre Benevenuto de Sousa (1860-1948), a partir do Outeiro, em Torres Novas, embora fosse editado, publicado e impresso no Porto sob a responsabilidade do editor responsável António Pacheco.
O Petardo apresentava-se como órgão satírico católico e nacionalista, que combatia a dissolução político-social em que Portugal se encontrava, atribuindo as culpas à fundação do Partido Socialista (1875), do Partido Republicano e do Partido Progressista (ambos de 1876).
A circulação de O Petardo radicou-se na sua natureza católica, que lhe abriu caminho junto de um vasto público alvo e lhe permitiu angariar colaboradores a partir da rede institucional da Igreja. Com efeito, muitos dos seus colaboradores foram seminaristas ou padres sediados em seminários dispersos pelo continente e ilhas.
Inicialmente com quatro páginas, a partir do n.º 7 (de 1 de outubro de 1902), o seu formato passou a ser mais reduzido, mas mais volumoso em páginas, que passaram a ser oito.
A capilha contém dois exemplares do número 166 (Ano VII) de 1909-05-15, do jornal O Petardo. Um dos exemplares encontra-se incompleto.

Benevenuto de Sousa

Folhas Soltas

Contém um exemplar do jornal "Folhas Soltas" e correspondência relativa à publicação.

Benevenuto de Sousa

Jornal Folhas Soltas

Exemplar do número 49, ano V [s. d.] do jornal Folhas Soltas.

Benevenuto de Sousa

Manuel González y García, Bispo Coadjutor de Málaga

Convite de D. Manuel González y García (1877-1940), Bispo Coadjutor de Málaga, para a sua sagração como bispo titular de Málaga, no dia 16 de Janeiro de 1916. Contém ainda uma pagela referente à morte da mãe deste bispo ocorrida em 16.01.1914.

Benevenuto de Sousa

Resultados 281 a 285 de 285