Mostrar 229 resultados

Descrição arquivística
Irmandade dos Clérigos do Porto Documento composto
Previsualizar a impressão Ver:

218 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Entrega

Livro de registos dos termos de entrega da administração da Irmandade, realizados no início do ano económico pela Mesa antecedente à recentemente eleita. Os termos de entrega, assinados pelos membros da Mesa, são relativos à entrega do património da confraria, fábrica da Igreja, bens (ex.: os antigos Procuradores entregavam a cera) e livros pertencentes ao cartório e secretaria. Este livro regista igualmente os termos de eleição do Tesoureiro; termos de contas prestadas pelo mesmo - principalmente no que diz respeito às despesas com as obras de construção do edifício da Irmandade dos Clérigos; a entrega de dinheiro ao Tesoureiro, proveniente, por exemplo, dos pagamentos de entrada de novos Irmãos e das esmolas recolhidas pelos Irmãos eclesiásticos e alguns registos de receita e despesa (ex.: fls. 90 e 90v.). No final do livro (fls. 161 a 193v.) encontram-se os registos de despesas com as festas da Irmandade, relativos aos anos económicos de 1751 a 1800.
Nos fls. 1 a 3v., 12v., 38 a 39, 43v. e 44v. encontra-se registado um inventário dos bens da Irmandade, ao qual acresce a informação de alguns dos bens vendidos.
Este livro contém termo de abertura (fl. não numerado) e termo de encerramento (fl. 199).

Mesa da Irmandade dos Clérigos do Porto

[Empréstimo concedido a Artur José Teixeira de Carvalho e a Eufrásia Maria Rosa de Carvalho]

Maço constituído por documentação relativa a um empréstimo concedido a Artur José Teixeira de Carvalho e a Dona Eufrásia Maria Rosa de Carvalho. Para tal, os suplicantes hipotecaram todos os bens que possuíam, nomeadamente um prédio sito na Rua do Almada, Porto.

Alguns elementos identificativos dos suplicantes:
Artur José Teixeira de Carvalho – proprietário e morador na Rua de Costa Cabral;
Eufrásia Maria Rosa de Carvalho – casada com Artur José Teixeira de Carvalho.

[Diversas contas e recibos]

Contém documentos diversos associados aos recibos, tais como: contas de despesas, certificados de missas, pagamentos da décima, apólices de seguro.

[Legado de Manuel Rodrigues Leão: missas]

Brochura constituída por assentos relativos ao cumprimento do Legado de Manuel Rodrigues Leão, Irmão Secular da Irmandade dos Clérigos do Porto: súmula do conteúdo do legado; exposição do objectivo da fonte; registos da intenção de rezar missas no âmbito do referido legado (com os dados: número de missas que pretende rezar e intenção das mesmas; assinatura do sacerdote (profissão e nome); entre outros) e respectivas certidões de missas (numeradas, de 1750-04-01 a 1754-01-16).

Legado do Nosso Irmão Ex Presidente O Reverendo Joze Barboza de Albuquerque

Livro constituído por assentos relativos à administração do segundo legado (duas missas semanárias) instituído pelo Reverendo Doutor José Barbosa de Albuquerque, Irmão e Ex-Presidente da Irmandade dos Clérigos do Porto, Desembargador da Mesa Episcopal e Abade da Paroquial Igreja de Santa Maria de Oliveira do Bispado do Porto. Dos vários registos, destacamos as certidões de missas rezadas no âmbito do cumprimento do referido legado (1823-02-15 a 1832-02-16).
Esta fonte contém termos de abertura (fólio 1) e encerramento (fólio 140v).

[Breves, indultos apostólicos e autenticação de relíquias]

Documentação relativa a breves pontifícios de indulgências e privilégios concedidos à Irmandade dos Clérigos do Porto; públicas formas de breves e sentenças dos mesmos, acompanhados dos beneplácitos régios para a sua execução; assim como documentação relativa à autenticação de relíquias, sua doação e licença para serem veneradas.
Este maço provavelmente resulta da reorganização da documentação - tanto original, como transcrita - relativa a breves e indultos apostólicos, realizada em 1837 por Teotónio José Maria Queirós, Secretário da Irmandade dos Clérigos do Porto. A documentação foi organizada em três temáticas principais e, a partir desta ordenação, foi elaborado um índice com o número respectivo do documento e um pequeno resumo do seu conteúdo.
A primeira secção é relativa a breves pontifícios, num total de 26 documentos com as datas extremas de 1734-08-26 a 1804-07-07. A segunda secção, intitulada «Publicas formas dos Breves, e Sentenças dos mesmos com os seus Despachos competentes, e Avizos da Secretaria para se cumprirem», é constituída por 20 documentos, relativos aos anos de 1710-10-06 a 1790-04-10. A terceira secção, relativa a «autenticas das Reliquias, e Exame das mesmas pelo Ordinario, e licenças de as pôr ao Publico para Veneração das mesmas», contém 14 documentos, elaborados entre 1732-02-03 e 1779-10-06.

Mesa da Irmandade dos Clérigos do Porto

Caderno de varios acentos de Lembranças 1724

Livro que deve ter pertencido a José Álvares da Silva e que contem diversas contas relacionadas com o despacho de mercadorias em diversas embarcações, venda de mercadorias e ainda vários lançamentos de dinheiro emprestado. Alguma da informação registada foi rasurada.

[Empréstimo concedido a Domingos Rodrigues do Vale e a Maria Leal da Conceição]

Maço constituído por documentação relativa a um empréstimo concedido a Domingos Rodrigues do Vale e a Maria Leal da Conceição.

Alguns elementos identificativos dos suplicantes:
Domingos Rodrigues do Vale – Aquando dos trâmites da concessão do empréstimo, Domingos Rodrigues do Vale estava preso na Cadeia da Relação do Porto.
Maria Leal da Conceição – proprietária, casada com Domingos Rodrigues do Vale e moradora na Rua das Taipas, Freguesia da Vitória.

Resultados 91 a 100 de 229