Mostrar 852 resultados

Descrição arquivística
Irmandade dos Clérigos do Porto
Previsualizar a impressão Ver:

696 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Annuaes, e Multas vencidos em 14 de Agosto de 1840

Esta fonte contém um mapa dos Irmãos seculares, constituído pelo fl. do livro de entrada, nome, e data de entrada (dia, mês e ano); a eleição da Mesa em 12 de Agosto de 1840, um mapa intitulado «Nômes dos Nossos Irmãons a quem se não tem contado annual, e Multas desde o anno ut infra se aponta», constituído pelo fl. do livro das entradas, nome e quanto devião por ano; assim como pela relação dos Capelões do Coro da Irmandade e suas precedências.

Annuaes, e Multas vencidos em 14 d’Agosto de 1842

Esta fonte contém um mapa dos Irmãos seculares, constituído pelo fl. do livro de entrada, nome, e data de entrada (dia, mês e ano); assim como um mapa intitulado «Mapa dos Irmaons que segundo o § 4.o do Cap. 38 devem ser riscados pelos muitos annuaes e multtas e compoziçoens que devem e se vê na seguinte Relação», constituído pelo fl. do livro de entrada, anos e quantia que devem; assim como a eleição da Mesa em 12 de Agosto de 1842 e a relação dos capelães do Coro.

Antiphonarium Romanum de Tempore et Sanctis, ad normam Breuiarii ex decreto sacrosancti Concilii Tridentini restituti, S. Pii V. Pontificis Maximi issu editi, Clementis VIII. ac Urbani VIII auctoritate recogniti.

Livro impresso com notação musical. Frontispício. e texto impresso a vermelho e preto. Notação musical quadrada a preto sobre tetragrama vermelho. Publicação: Venetiis [Veneza], MDCCXLVI [1746]: ex Typographia Balleoniana. Marca tipográfica no rosto: Águia bicéfala coroada, na base as iniciais BA, assinada "Zanchi In. [et] Suor Isabella Piccini scl. Este livro contém as seguintes partes: Antiphonarium Proprium Sanctorum – 341 p.; Commune Sanctorum In Natali Apostolorum, & Euangelistarum ad vesperas, Anthiphona - i p.; Officia Sanctorum – lxi p.; Antiphonarium De Sanctis– 1 p.

Paolo Baglioni (1632-1716), impressor, Antonio Zanchi (1631-1722), gravador e Isabella Piccini (1644-1734), gravadora.

O Antiphonarium De Sanctis tem o seguinte título: Antiphonarium De Sanctis trium ordinum Sancti Patris Francisci ad normam Breviarii Romani ex Decreto Sacrosancti Concilii Tridentini restituti, S. Pii V Pontificis maximi jussu editi, Clementis VIII. ac Urbani VIII. auctoritate recogniti. In quo, aliás, nunc postremó additae sunt Antiphonae, quae nuperrimè per Summos Pontifices eidem Ordini fuere concessae. Publicado: Venetiis [Veneza], MDCCXXX [1730], ex Typographia Balleoniana. Frontispício e texto impresso a vermelho e preto. Notação musical quadrada a preto sobre tetragrama vermelho.

Igreja Católica

Apontador do Côro desde 1861 a 1870

Entre o verso da capa superior e o fl. 1 encontra-se a lista relativa ao «Novo desconto do Coro dos Clerigos desde o 1.º Trimestre de 1861». A fls. 2-2v e 95-95v encontram-se registadas as «Destribuiçoens e Multas dos Reverendos Capellaens», relativas a 14 de Dezembro de 1843. Entre os fls. 25 e 26 encontram-se dois papéis soltos.
Este livro contém termo de abertura (fl. 1) e termo de encerramento (fl. 96v.).

Apontadoria do Coro

Livros de Apontadoria do Coro da Irmandade dos Clérigos do Porto. Estas fontes documentais eram produzidas pelo Apontador do Coro, que deveria anotar todas as faltas e multas aplicadas aos capelães ao longo do ano económico. Estes registos estão organizados pelos principais cargos do Coro, como é o caso do Capelão-Mor, Sub-chantre e Mestre de Cerimónias, e pelos nomes dos capelães, embora geralmente apenas sejam anotados os apelidos destes. Desta forma, existe uma espécie de ficha de assiduidade para cada membro do Coro da Irmandade, ao longo dos quatro trimestres que compõem o ano económico, em formato de tabela. Esta tabela é constituída, no topo, pelo Ofício Divino, com abreviaturas que representam as Matinas, Prima, Terça, Missa, Sexta, Nona, Vésperas e Completas, e, à esquerda, na vertical, pelos dias dos meses. A tabela é completada com a indicação das respectivas multas ou faltas (geralmente representadas através do símbolo de «perdeu» ou de «deve») e o valor em causa é anotado no lado direito da tabela. Para além destes dados, encontram-se igualmente anotações dos dias de alívio de que cada capelão usufruiu; de faltas a ofícios de esquadra e círculo; de substituições do capelão proprietário da capelania por um ecónomo; entre outras. No final de cada livro encontra-se uma pauta, organizada por quartéis, em que foi elaborado um resumo do balanço do que cada capelão auferiu, com indicação do nome e do valor do que ganhou, do que perdeu, a quantia líquida, a quantia ganha através da distribuição das multas dos restantes capelães e o total.
A partir da unidade 0043, o conteúdo informacional altera-se, pois o apontamento das ausências e faltas dos Capelães do Coro passou a consistir em tabelas com o nome dos capelães, quanto perderem, venceram, lucraram e o valor total. Em alguns casos, encontram-se igualmente anotações da quantia ganha pelo Mestre de Cerimónias, Meninos do Coro, Apontador e Capelão-Mor. No final da tabela, encontra-se o recibo comprovativo de que o Apontador do Coro recebeu do Secretário da Irmandade o pagamento devido.

Coro da Irmandade dos Clérigos do Porto

Arrendamentos antigos das cazas adjudicadas

Documentos relativos a propriedades adjudicadas à Irmandade por dívidas (com remissões para datas anteriores): historial da posse das propriedades; declarações/confissões de aluguer/arrendamento de propriedades e compromissos de pagamento de aluguer por parte dos arrendatários (com assinaturas de testemunhas); execuções de dívidas e outros litígios; recibos de pagamento de arrendamentos; contas e róis de obras executadas nas casas e outras despesas; contas de receita (como rendas e juros) e despesa (ex.: carpinteiros, trolhas, décima, pensão); mapas de rendimentos das casas; recibos de prestações de pagamento da décima; rol de caseiros; recibos de pagamentos de pensões e foros das casas pela Irmandade; entre outros. Em termos de conteúdos de informação, grande parte desta documentação contem, por exemplo: localização das propriedades (ex.: Rua dos Cativos, Rua Bela da Princesa, Rua Chã, Rua das Flores, Rua das Congostas, Rua dos Bragas, Travessa do Corpo da Guarda), nomes dos caseiros e dos fiadores, suas profissões, valores e prazos de pagamento.
Contém ainda o «Balanço Geral dos Fundos existentes dos Legados» da Irmandade, datado de 1842, com remissão para o Livro dos Inventários «(…) aonde se acha uma relação fiel da detioração destes legados» e para uma Carta dada ao Duque de Bragança a 13 de Novembro de 1832 «(…) sendo por elle requisitada».

Mesa da Irmandade dos Clérigos do Porto

Assentos do Reverendo Doutor Domingos Ferreira da Silva Telles

Este maço contém assentos das mercadorias despachadas para o Brasil. Parte dos assentos encontra-se riscada. Folha solta (imagem 27 do documento em suporte digital) que apresenta um quadro com uma lista de nomes e respectivas colunas de valores relativos a: «ordenados», «Perdas», «allivios», «vencimentos», «lucros» e valor total.

Baixo

Parte vocal do Baixo das Paixões de Domingo de Ramos, [1-16] fls., e de Sexta-feira Santa, [17-27] fls., de compositor anónimo.

Resultados 91 a 100 de 852