Mostrar 428 resultados

Descrição arquivística
01. Secretariado Nacional do Monumento a Cristo Rei Português
Previsualizar a impressão Ver:

Voto do Episcopado Português (versão)

(Santuário de Fátima) Voto feito pelo Episcopado Português reunido em Fátima prometendo a Jesus a construção de um Monumento em honra da realeza do seu Divino Coração para obter a graça do Estado acordar num estatuto que reconhecesse à Igreja Católica os respetivos direitos e liberdades. A invocação final aos Corações de Jesus e Maria e aos Anjos e Santos do Paraíso está rasurada.

Voto do Episcopado Português

(Santuário de Fátima) Voto feito pelo Episcopado Português reunido em Fátima. O texto, igual ao anterior, não tem rasuras e inclui uma nota do cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Gonçalves Cerejeira, frisando que o voto só obriga os bispos a esforçarem-se, sem indicar nem os meios nem o tempo, para não prejudicar as grandes necessidades da Igreja.

Visita do ministro das Obras Públicas ao Monumento

Registo da visita do ministro das Obras Públicas, Eduardo de Arantes e Oliveira, e sua comitiva ao Monumento a Cristo Rei. A visita foi acompanhada pelo cardeal-patriarca D. Manuel Gonçalves Cerejeira e pelo Eng. Francisco de Mello e Castro. A proximidade do dia da inauguração espelha-se em várias das imagens onde é visível a preparação de uma das tribunas para a assistência.

Júlio Dinis

Tesouraria

A tesouraria, referida na carta circular de 26 de maio de 1937, integra documentação relativa ao registo e contabilização dos valores entregues pelos subscritores e das despesas com o funcionamento e a aquisição de bens e serviços, assim como aquela tratando da elaboração da prestação de contas anual e do respetivo fecho. Assim, a documentação é constituída por cópias de recibos (por vezes acompanhados por relações de ofertas e cartões dos coletores), documentos de despesa, registos de receitas e despesas, fichas para registos das ofertas, processos que tratam do pagamento das missas por alma dos subscritores, mapas de receitas e mapas de encerramento de contas.

Sector técnico e artístico

Secção que não estava prevista na circular de maio de 1937, mas que foi constituída por convite dirigido ao Arq. António Lino e depois ao Eng. Mello e Castro. Integra a documentação relativa à construção do Monumento, nomeadamente: estudos e relatórios de geologia; projetos de arquitetura e de engenharia; projetos das instalações elétricas; documentos da modelação da figura; processos relativos à aquisição e instalação do elevador; correspondência sobre questões técnicas; e mapas das quantidades de cimento empregues na construção. Inclui ainda recortes de jornais, reportagens fotográficas e diversas publicações técnicas.

Secretaria

Secção que integra a documentação produzida por este órgão do Secretariado Nacional do Monumento a Cristo Rei, previsto na carta circular de 26 de maio de 1937, na execução das funções que lhe eram próprias, nomeadamente o envio de circulares, pagelas, cartazes e listas de subscrição, assim como a preparação e distribuição do jornal O Monumento. Procedia à receção da correspondência, ao respetivo arquivamento e ao encaminhamento para a tesouraria dos valores recebidos. Tratava da encomenda de reportagens fotográficas e da distribuição de fotografias pelos órgãos de comunicação. Por outro lado recolhia as notícias publicadas na imprensa, através de recortes de jornais, com o fim de controlar a repercussão e o impacto das campanhas e iniciativas do Secretariado. Finalmente, tomou diversas iniciativas para reunir dados estatísticos, nomeadamente para publicação na imprensa.

Resultados 1 a 10 de 428