Mostrar 11 resultados

Descrição arquivística
Fundo Mário Pinto Coelho
Previsualizar a impressão Ver:

Cáritas-PRODAC. I. Recortes. 1967-1971

Cópias, organizadas por anos, de: documentação produzida pela PRODAC, notícias em jornais diários e outros periódicos (1967-1971); fotografias. Contém: História da PRODAC contada por Mário do Nascimento Vieira Pinto Coelho, 2013-10; Estatutos da PRODAC (1968-07-06); Regulamento interno da PRODAC, 1968; esquema de reunião em 1968-10-01; folhetos da PRODAC; Plano de transferência de algumas barracas da Quinta do Ourives para casas pré-fabricadas na Quinta do Ferrador, [1969?]; Questionário, [1969?]; Relatório da PRODAC, [1969?]; Projeto de estudo da Paróquia de S. Jorge de Arroios, 1969-11; Questionário, 1970-02; Programa de promoção social iniciado e a desenvolver com os habitantes da Quinta do Marquês de Abrantes e do Bairro Chinês, 1970-03; Câmara Municipal Vila Franca de Xira, PRODAC, Serviço de Promoção Social Comunitária (SPSC), Programação geral e definição de atribuições referentes à mudança de população que habita em barracas, no Concelho de Vila Franca de Xira, em Pedra Furada e Olival do Borracho, 1970-04; Colóquio sobre habitação (org. Cáritas e Graal, 1970-05); Cáritas Portuguesa, PRODAC, Comunicação cristã de bens e habitação, o progresso social deve beneficiar todos os homens (texto base), 1970; Contrato celebrado entre a PRODAC e Câmara Municipal de Lisboa com vista à realização do plano de realojamento da população residente em Barracas na Quinta Marquês de Abrantes, Bairro Chinês e Quinta das Claras, 1971-10-07; Decreto-Lei n.º 577/71, de 21 de dezembro (financiamento pelo Fundo Nacional do Abono de Família para construção de habitações por contrato entre Câmara Municipal de Lisboa e PRODAC).

Cáritas Portuguesa

Cáritas-PRODAC. II. Recortes. 1972-1974

Cópias de documentação produzida pela PRODAC e de notícias em jornais diários e outros periódicos (1972-1974) [alguns originais]; cópias organizadas organizado por anos. Contém: I Colóquio Luso-Brasileiro de Desenvolvimento Integrado, Realojamento de 1300 agregados familiares residentes em barracas na Quinta do Marquês de Abrantes, Bairro Chinês e Quinta das Claras, 1972-08; Escritura de empréstimo do FNAF à PRODAC com a garantia da Câmara Municipal de Lisboa, realizada em 1972-01-07; Estatutos da PRODAC (aprovados por despacho de 1974-01-17, publicados no DG, III Série, 1 de fevereiro de 1974).

Cáritas Portuguesa

Fundo Mário Pinto Coelho

  • PT/CP FMPC
  • Fundo
  • 1967 - 1970

Coleção Mário Pinto Coelho sobre a atividade da PRODAC. Contém cópias de estatutos, relatórios, projetos, estudos, memórias, fotografias e recortes de imprensa, assim como cassetes áudio com gravações de reuniões dos corpos sociais da Cáritas Portuguesa e de colóquio sobre autoconstrução.

Mário Pinto Coelho

Jardim Infantil de Algés. Montagem do Jardim Infantil de Algés em pré-fabricação, promovida pela Cáritas Portuguesa (1969/70). Arq. José Reis Álvaro. Eng. Mário do Nascimento V. Pinto Coelho (1969/1970), responsável pelo Gabinete Técnico da Cáritas Portuguesa. Encarregado João Santos Monteiro

1 DVD-R referente a montagem do Jardim Infantil de Algés em pré-fabricação, promovida pela Cáritas Portuguesa.

Cáritas Portuguesa

PRODAC-Associação de Produtividade na Auto-Construção. Quinta do Marquês de Abrantes e Bairro Chinês, 1968/69. Início da construção da 1.ª fase do Bairro construído pela PRODAC

1 DVD-R com fotografias sobre início da construção e a 1.ª fase de bairro construído pela PRODAC (Quinta do Marquês de Abrantes e Bairro Chinês), 1968-1969: imagem do bairro e do centro n.º 2 da PRODAC (em blocos de cimento); numeração das barracas; esgotos a céu aberto; crianças e habitantes; Celeste Porto e o monitor de auto-construção José António Costa; 1.ª fase terraplanagens e fundações da casa modelo - Escola do Vale Fundão; Sr. Lavery, francês, inventor e responsável pela montagem dos painéis, a dirigir os trabalhos, e João Santos Monteiro, encarregado da obra; planta do loteamento da 1.ª fase; pormenores de montagem da casa modelo da 1.ª fase; grua e transporte de painéis; escoramento das paredes; população a assistir aos trabalhos; debate com os técnicos de serviço social sobre os pormenores das casas e sugestões; visitas guiadas às obras em curso; Manuel Matos Dias entre o grupo de assistentes sociais; plataformas da zona da 1.ª fase e da fábrica onde se construíram os painéis pré-fabricados; pormenores das bases das casas com cavidades onde entravam os ferros das amarrações dos painéis; fábrica de pré-fabricação; estrutura das cobertas; casa-modelo construída na 1.ª fase; armazém de materiais e máquinas; barracas do Bairro Chinês; chafariz, na rua principal.

Cáritas Portuguesa

Resultados 1 a 10 de 11