Fonds ASL - Arquivo Susan Lowndes

Identity area

Reference code

PT/UCP/CEHR/ASL

Title

Arquivo Susan Lowndes

Date(s)

  • 1903-12-18 - 1992-12-19 (Creation)

Level of description

Fonds

Extent and medium

2,16 metros lineares; 6 caixas; 41 maços; 1490 documentos; papel; 1 elemento vegetal.

Context area

Name of creator

(1907-1993)

Biographical history

Susan Lowndes Marques, ou Susan Lowndes, nome com que assinava os seus livros e artigos, nasceu em Londres, em 15.02.1907. Era filha da escritora Marie Belloc Lowndes e de Frederick Lowndes, jornalista do “The Times”, e neta de Bessie Rayner Parkes Belloc, escritora e ativista dos direitos das mulheres. Frequentou diversos colégios em Inglaterra, iniciando-se na escrita ainda jovem, colaborando de forma ocasional em diversas publicações. Em setembro de 1938 deslocou-se a Portugal com seu pai, instalando-se no Hotel de Inglaterra, no Estoril, onde conheceu o jornalista Luiz Artur de Oliveira Marques com quem veio a casar poucos meses depois, em 14.12.1938, em Londres. Era católica e assídua aos sacramentos. Em paralelo com o aprofundamento espiritual, que foi permanente – oração, leituras religiosas, prática assídua dos sacramentos, frequência de retiros, direcção espiritual regular – entendia que o cristianismo se vivia no dia-a-dia, de forma eminentemente prática, em solidariedade com as pessoas mais sós ou desprotegidas. Colaborou com o marido no “The Anglo-Portuguese News” (APN), jornal inglês publicado em Portugal durante quase cinquenta anos, cuja sede seria montada na casa da família no Monte Estoril, a partir da década de 1960. Após a morte de Luiz Marques, em 1976, continuou a dirigir o APN, até que o vendeu, em 1980, ao jornalista inglês Nigel Batley. Foi correspondente em Portugal de vários jornais e revistas católicas norte-americanas e inglesas e colaboradora ocasional de diversas revistas e publicações, com temas quase sempre relacionados com Portugal. Grande apaixonada pela arte e pela arquitetura, escreveu com Alice Berkeley um livro que seria publicado pouco tempo depois da sua morte: “English art in Portugal” (Lisboa: Inapa, 1994). Trabalhou de forma voluntária em várias instituições, tais como o Hospital Britânico, o Colégio Inglês de Carcavelos, o Lar para a Terceira Idade da Comunidade Estrangeira, em S. Pedro de Estoril, o Fundo Caritativo Britânico, a Associação Anglo-Lusa, com sede em Londres, a Associação Britânica de Mulheres Voluntárias e o Lar Internacional para Senhoras. Durante a segunda guerra mundial, também participou com o marido no apoio aos refugiados que passaram em grande número por Portugal. A Casa Palmeiral, sita na Avenida de S. Pedro, no Monte Estoril, onde residiu desde 1947, estava repleta de livros e sempre preparada para receber familiares, amigos e conhecidos. Eram regulares os almoços e jantares onde, à volta da mesa, se juntavam as mais diversas personalidades, tanto mais que Susan Lowndes e Luiz Marques mantinham importantes relações de amizade com vários escritores ingleses, que os visitavam quando passavam por Portugal. Susan Lowndes foi condecorada, em 1975, pela Rainha Isabel II de Inglaterra, com a Ordem do Império Britânico, pelos serviços prestados à comunidade inglesa em Portugal. Francisco Hipólito Raposo descrevê-la-ia como «uma portuguesa de luxo». Morreu em 03.02.1993, no Hospital Inglês, em Lisboa.

Repository

Archival history

O Arquivo Susan Lowndes encontra-se atualmente à guarda do Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa (CEHR-UCP), ao abrigo de um contrato de depósito e organização, celebrado entre o CEHR-UCP e Ana Vicente, filha de Susan Lowndes e detentora do arquivo. Anteriormente, a localização física deste arquivo, na sua fase ativa, passou essencialmente pelas duas casas da família Lowndes Marques. Primeiro na Praça José Fontana em Lisboa e depois na Casa Palmeiral, na Avenida de São Pedro, no Monte Estoril. Posteriormente permaneceu na habitação de Ana Vicente, no Monte Estoril.

Immediate source of acquisition or transfer

A documentação foi depositada por Ana Vicente no CEHR-UCP ao abrigo do acordo de depósito e organização documental estabelecido, datado de 01.03.2012.

Content and structure area

Scope and content

Conjunto homogéneo de documentos produzidos por Susan Lowndes, a grande maioria de sua própria autoria, reunidos e produzidos no decurso da sua atividade profissional de correspondente de imprensa com entidades editoriais católicas e outros documentos reunidos no âmbito dos seus interesses pessoais. A larga maioria dos documentos são textos e artigos enviados para as entidades editoriais, mas também contém panfletos, brochuras, pagelas, fotografias e até elementos vegetais (folhas de loureiro).

Appraisal, destruction and scheduling

Não se verificaram ações intencionais de avaliação, seleção ou eliminação de documentos.

Accruals

O arquivo recebeu um ingresso adicional de onze documentos em 27.05.2013, e está aberto a novos ingressos documentais, desde que diretamente relacionados e produzidos por Susan Lowndes. O seu ingresso será feito através de guia de remessa, com a devida contratação por escrito.

System of arrangement

A organização da documentação assenta em duas grandes secções: “Produção intelectual” e “Interesses pessoais”. A secção “Produção intelectual” organiza-se em dez subsecções que materializam na sua maioria a atividade de jornalista que Susan Lowndes exercia como correspondente de imprensa estrangeira. Assim, em cada uma destas subsecções organiza-se a documentação produzida de acordo com as entidades editoriais com que se correspondia, ou por tipo de publicação. Existem as sub-secções “Correspondente de imprensa - The Catholic Herald”, “Correspondente de imprensa - The Anglo Portuguese News”, “Correspondente de imprensa - National Catholic Welfare Conference/News Service”, “Correspondente de imprensa - The Rosary”, “Correspondente de imprensa - Catholic Times”, “Correspondente de imprensa - Portugal Today”, “Correspondente de imprensa - Mary Today”, “Correspondente de imprensa - Today”, “Textos em obras de carácter geral” e “Guias de viagem”. A secção “Interesses pessoais” corporiza a restante documentação produzida por Susan Lowndes, e reflete parte dos seus interesses pessoais. Compõe-se de uma subsecção intitulada “Retiros” e de oito séries independentes. A estrutura do sistema de organização está espelhada no Quadro de Classificação multinível. Internamente, a documentação tem uma organização sequencial cronológica e alfabética (quando não é possível datar os documentos).

Conditions of access and use area

Conditions governing access

Este arquivo possui o estatuto legal de arquivo privado – arquivo reunido por uma entidade privada, com documentação de origem privada. A este tipo de arquivos aplicam-se as disposições que dizem respeito aos direitos de personalidade dos art.ºs 70.º a 81.º do Código Civil (Decreto-Lei n.º 47344/1966, de 25 de novembro - atualizado até à Lei n.º 82/2014 de 30 de dezembro). O n.º 1 do art.º 80 deste diploma determina que “Todos devem guardar reserva quanto à intimidade da vida privada de outrem”. Aos documentos confidenciais ou que se refiram à intimidade da vida privada, e que estejam na posse de terceiros, aplicam-se os preceitos dos art.ºs 71.º e 76.º, pelos quais os documentos só podem ser utilizados e/ou publicados com o consentimento do seu autor, ou, depois da morte deste, pelo “cônjuge sobrevivo ou qualquer descendente, ascendente, irmão, sobrinho ou herdeiro do falecido” (nº 2; art.º. 71º). No caso de documentos não confidenciais, o depositário “só pode usar deles em termos que não contrariem a expectativa do autor” (art.º 78º). Não são aplicáveis as restrições de comunicabilidade impostas no art.º 17º da Lei Geral de Arquivos - Decreto-Lei nº 16/93, de 23 de janeiro.

Conditions governing reproduction

A reprodução dos documentos, independentemente da técnica utilizada, está sujeita ao estado de conservação dos mesmos e à boa justificação dos fins a que se destina, devendo respeitar as disposições do regulamento para a consulta e utilização de arquivos custodiados no Centro de Estudos de História Religiosa.

Language of material

  • French
  • English
  • Latin
  • Portuguese

Script of material

Language and script notes

Physical characteristics and technical requirements

A documentação está em estado razoável de conservação, apresentando vincos, marcas de acidificação de metal e rasgões pontuais. Em alguns casos a leitura dos documentos está comprometida.

Finding aids

PEREIRA, Patrícia Matias – “Catálogo do arquivo Susan Lowndes ”. Lisboa: Centro de Estudos de História Religiosa, 2015 (Instrumentos de descrição documental; 3). ISBN 978-972-8361-62-4.

Allied materials area

Existence and location of originals

Existence and location of copies

Related units of description

Related descriptions

Notes area

Alternative identifier(s)

Access points

Subject access points

Place access points

Name access points

Genre access points

Description control area

Description identifier

Institution identifier

Rules and/or conventions used

Status

Level of detail

Dates of creation revision deletion

Julho de 2012 a janeiro de 2013.

Language(s)

Script(s)

Sources

Archivist's note

Descrição elaborada por Patrícia Matias Pereira.

Accession area

Related subjects

Related people and organizations

Related genres

Related places