Fundo CC - 05. Condes de Caria

Zona de identificação

Código de referência

PT SCR CC

Título

05. Condes de Caria

Data(s)

  • 1937-1950 (Produção)

Nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

2 maços acondicionados numa caixa, 0,40 ml. Papel e cartolina.

Zona do contexto

Nome do produtor

Condes de Caria

História biográfica

O título de Conde de Caria foi criado pelo rei D. Luís I de Portugal, por Decreto de 14 de agosto de 1879, em favor de José Homem Machado de Figueiredo Leitão, 1º Barão e 1º Visconde de Caria. Os representantes da família, que estiveram envolvidos na divulgação da subscrição em Belmonte e na recolha de donativos para a construção do Monumento a Cristo Rei, foram: a 3ª Condessa de Caria – Maria Emília Viana Homem Machado (30-08-1889 - 12-12-1973), que integrou as comissões diocesanas de senhoras do Plano Trienal da Guarda e de Lisboa, casada com Boaventura Freire Corte Real Mendes de Almeida (06-09-1874 - 1934) e os respetivos descendentes:
Maria do Carmo Viana Machado Mendes de Almeida (23-01-1911- ?)
Bernardo Viana Machado Mendes de Almeida, 4º Conde de Caria (06-08-1912 - 1999)
Maria Emília Viana Machado Mendes de Almeida (22-12-1913- ?)
Fernando Viana Machado Mendes de Almeida (08-08-1915- ?)
Maria Eugénia Viana Machado Mendes de Almeida (13-02-1917 - 30-01-1942)
Boaventura Viana Machado Mendes de Almeida (29-05-1918- ?)
Aquando da viagem de propaganda do Monumento à diocese da Guarda, entre 16 e 24 de junho de 1952, a P. Sebastião Pinto foi quase sempre acompanhado pela condessa e visitou Caria no dia 24 de junho, sendo recebido no palácio dos condes. A condessa participou na organização dos cortejos de crianças e ofereceu um dos prémios atribuídos à freguesia da Guarda que mais contribuiu para os referidos cortejos.

Entidade detentora

História do arquivo

A documentação que integra este fundo foi encontrada no Solar dos Condes de Caria em Belmonte e doada ao Santuário de Cristo Rei em 2014.

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

A documentação é constituída por listas de subscrição e registos com a Oração pelo Monumento aprovada pelo cardeal-patriarca em 25 de agosto de 1937, assim como postais a cores editados no âmbito das ações de propaganda do Plano Trienal.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de organização

O fundo integra duas séries arquivísticas: PT-SCR/CC/01 – Documentos da subscrição de maio de 1937; PT-SCR/CC/02 – Postais do Plano Trienal.

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Relação Paralela: PT-SCR/SNMCR - Secretariado Nacional do Monumento a Cristo Rei

Descrições relacionadas

Zona das notas

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Assuntos

Pontos de acesso - Locais

Pontos de acesso - Nomes

Zona do controlo da descrição

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Locais relacionados